Matões: Últimas dos bastidores da política local

Prefeito Ferdinando Coutinho (PDT), vereador Bilú (PSB), o advogado Gabriel Tenório (PV) e o líder político Rubens Pereira.

Primeiros movimentos

Na base governista, o foco principal desde o inicio da gestão do prefeito Ferdinando Coutinho (PDT) sempre foi a administração, a política ficou em segundo plano. Nos últimos dias, a base governista anunciou adesões muito importante na luta da reeleição de Ferdinando.

Oposição l

Por que Gabriel é tão ausente em sua defesa política ou do seu grupo, deixando o seu tio Fernando sempre à frente? Quando chegar à prefeitura será assim também? Alguns dizem que faz sentido a volta de Rogério Tenório para dirigir a prefeitura.

Oposição II

A conjuntura política de Matões nos últimos dias tem desmistificado a “Fake News” de que grupo Pereira e Coutinho poderiam tomar rumos diferentes. Porém, com a mexida no tabuleiro no xadrez, o Rubão chegou a quase um xeque-mate na oposição e provou a unidade do grupo.

Controlar a ansiedade

Na base governista já foi anunciado de que mais pra frente será anunciado mais novidades no que se refere adesões. Controlar a ansiedade é a pedida do momento.

Por falar em adesão

Mais duas adesões, não necessariamente agora, podem afetar em cheio o grupo de oposição liderado pelo advogado Gabriel Tenório (PV). Na última sexta (05) num programa de rádio de Timon, o vereador Bilú (PSB), anunciou que o grupo governista está prestes de anunciar a adesão de um vereador e outra liderança.

Resta saber quem será o vereador, pois perder unidade na Câmara que já é pequena é pedir para desequilibrar mais ainda.

Preparando terreno

Um projeto de uma ala do grupo de oposição já se reúne na busca de criar um grupo para barrar algumas ideias do líder Gabriel.  Para eles, muita das vezes o líder não pensa com os outros companheiros. Neste grupo, buscam até a viabilidade de renovar os atuais vereadores da oposição por vereadores “deles”.

Dá a entender que o grupo está dividido...

E o (a) vice?

Nos últimos dias tem disseminado sobre quem será o vice ou a vice que tem hoje Cristina Janjão (PCdoB) para compor a chapa no próximo ano com o atual prefeito Ferdinando Coutinho que busca a reeleição.

“Em Matões eu não fico de olho, eu decido, se para ganhar a eleição tiver que ir buscar um vice até na oposição, eu irei, até agora não está sendo necessário, a Cristina pereira tem toda minha confiança, ela também é minha filha”, disse Rubens Pereira ao editor deste blog.

‘Vivo-morto’?

Ao ser indagado por um ouvinte em um programa de Rádio de Timon, sobre o líder da oposição não ter residência fixa, o vereador Fernando Tenório (PV), o entrevistado, soltou essa: “Nossa casa é o cemitério Nossa Senhora da Conceição”.

Postar um comentário

0 Comentários