Matões: Vereador cobra respostas do secretário de saúde em relação ao calazar - Blog do João Victor Oliveira

Últimas Notícias - Plantão

29 de novembro de 2017

Matões: Vereador cobra respostas do secretário de saúde em relação ao calazar

Vereadores: Bilú e Igleses, ambos do PSB.
Na sessão desta terça-feira (28/11) na Câmara Municipal, os vereadores Bilú e Igleses Brandão, ambos do PSB, trouxeram para a Câmara diversas cobranças em cima do secretário de saúde do município, Daniel Marques. Uma delas o problema de calazar.

As cobranças e respostas se dão conta dos últimos acontecimentos na cidade, um problema que vem afetando a saúde e tirando a vida de muitos matoenses.

O vereador Bilú cobrou mais trabalho e que o secretário olhe com urgência sobre o caso, e que a população quer respostas diante do problema que vem se alastrando dia a dia no município.

“Eu venho aqui fazer um pedido ao secretário de saúde, Daniel. Um trabalho, com diálogo, com as pessoas dos bairros de Matões. Onde a gente tem um grande problema, que não é problema só daquele bairro, e sim, de toda a cidade. Um problema de saúde. O que se trata da epidemia do calazar, aqui já tivemos vários casos de mortes, e o que está acontecendo é que já foram feitos vários testes em cães e 257 deram positivos, e a população não quis entregar os cães ao setor responsável. E só foram entregues 51. O que está faltando é a conscientização do nosso povo e explicar. Tem que ser feito um trabalho com panfletos, uma audiência pública”, disse o vereador.

A revolta do vereador seria a morte de uma criança de 8 meses, vítima do calazar, que veio a óbito nos últimos dias.

Em seguida, o vereador Igleses em um tom conciliador. Cobrou a conscientização das pessoas sobre o caso. No seu discurso, o parlamentar trouxe as estatísticas do problema.  

“Eu tenho visto os comentários, a repercussão, desse problema que foi mencionado pelo vereador Bilú, e citado por vossa excelência (Presidente Inácio Carvalho). Eu tenho ouvido os resultados, mas é um dado alarmante. Apenas 20% de todos aqueles animais diagnosticados com o calazar, foram recolhidos incinerados. Isso é preocupante, estamos dando a oportunidade desse problema se tornar uma epidemia maior, e muitas pessoas serem vitimadas. Porque essa é uma doença silenciosa. Nós descobrimos muitas das mortes, aqui em Matões. Onde o diagnóstico foi tardio e as vidas foram ceifadas”, enfatizou o vereador.

Assista a sessão completa abaixo:
Publicado por Câmara Municipal De Matões em Terça-feira, 28 de novembro de 2017

Postagens mais visitadas

Pages