Alguém segue sendo enganado no PSDB - Blog do João Victor Oliveira

Últimas Notícias - Plantão

29 de maio de 2018

Alguém segue sendo enganado no PSDB

Jorge Aragão - No início do mês de maio, o Blog fez a seguinte postagem: “Alguém está sendo enganado no PSDB”. Na oportunidade, o Blog destacava que o deputado federal Waldir Maranhão, mesmo com o PSDB já tendo oficializado seus dois pré-candidatos ao Senado, os deputados Alexandre Almeida (estadual) e Zé Reinaldo (federal), ainda confirmava sua pré-candidatura ao Senado.
A assessoria do senador, pré-candidato ao Governo do Maranhão e presidente do PSDB no Estado, Roberto Rocha, disse que ninguém estava sendo enganado e que política era a arte de dialogar.
Passados quase 30 dias, o problema não só persiste como parece se agravar. Se naquele momento o “enganado” caminhava para ser o jovem deputado estadual Alexandre Almeida, agora, por mais incrível que possa parecer, o “enganado” parece que será o ex-governador Zé Reinaldo, recentemente traído traiçoeiramente pelo governador Flávio Dino (PCdoB).
Zé Reinaldo, que sempre deixou claro sua simpatia pela pré-candidatura de Eduardo Braide (PMN) ao Governo do Maranhão, parece ter criado ciúmes a cúpula do PSDB por estar tentando viabilizar que Braide entre realmente na disputa majoritária.
Roberto Rocha tem reclamado internamente da postura de Zé Reinaldo e ao que parece não está disposto a apoiar um pré-candidato ao Senado que não esteja fechado 100% com ele.
O problema é que o combinado não sai caro. Desde que desembarcou no PSDB, a convite do presidenciável Geraldo Alckmin, Zé Reinaldo sempre foi claro em seu posicionamento, principalmente no que se refere a eventual pré-candidatura de Eduardo Braide.
Roberto Rocha tem todo o direito de não querer um político na sua chapa majoritária que não esteja 100% engajado na pré-candidatura do PSDB, mas deveria ter feito isso lá atrás, quando da chegada de Zé Reinaldo ao partido. Já que fazendo isso agora, cometerá com o ex-governador a mesma injustiça que Flávio Dino cometeu e que foi criticado, inclusive, pelo próprio Roberto Rocha.
Também foi muito estranho que o PSDB tivesse aceitado a chegada de Waldir Maranhão, após ter sido renegado pelo PT, sem deixar claro que os dois pré-candidatos ao Senado estavam definidos e que não seriam mudados.
O resultado é que, como o Blog disse lá atrás, alguém está sendo enganado, afinal três não podem ocupar a vaga de dois. Nessa matemática, o enganado irá berrar e quem enganou sairá como traidor.
É simples assim, mas tudo isso poderia ter sido evitado.

Postagens mais visitadas

Pages